Visto de Fixação de Residência

Documentos à apresentar

1- Carta do requerente ou beneficiário, devidamente fundamentada, dirigida á Missão Diplomática e Consular de Angola, a solicitar o Visto para Fixação de Residência:

2- Formulário fornecido pela Embaixada , devidamente preenchido com tinta preta em letras de imprensa ou dactilografado e assinado pelo requerente:

3- Certificado de Registo Criminal. Emitido pelas autoridades do País de origem ou de residência habitual, traduzido  em português e reconhecido pela Missão Diplomática e Consular de Angola:

4- Atestado Médico do País de origem ou de residência habitual devidamente traduzido em português e reconhecido pela Missão Diplomática de Angola:

5- Termo de responsabilidade da pessoa que vai hospedar ou comprovativo de propriedade ou arrendamento de residência:

6- Comprovativo da existência de meios de subsistência:

7- 3 fotografias coloridas do tipo passe e actualizadas:

8- Fotocópia do passaporte, das páginas que contém informações do movimento migratório:

9- Declaração em que se compromete a respeitar as leis angolanas.

10- Comprovativo de Pagamento das taxas de Visto

Pagamento: USD 400.00 por transferência Bancária para a Conta da Embaixada

Para o formulário por favor clique AQUI

 

Seleccione lingua: pt hu en


Eventos

2017.06.21
Visita do Ministro das Relações Exteriores Angolano
Visita do Ministro das Relações Exteriores Angolano
O Ministro Das Relações Exteriores S. E. Georges Chikoti, cumpriu com uma visita de trabalho de três Dias à Hungria.
mais
2017.05.24
Dia da Africa 2017
Dia da Africa 2017
No dia 24 do mês em curso, por decisão unânime dos Embaixadores Africanos acreditados na Hungria foi comemorado em Budapeste o 25 de Maio.
mais
2017.03.09
Renovaçâo Acordo de Intercâmbio Educacional
Renovaçâo Acordo de Intercâmbio Educacional
No dia 9 de Março de 2017 foi re-assinado o Acordo do Programa de Intercâmbio Educacional entre o Ministério do Ensino Superior da República de Angola e o Ministério das Capacidades Humanas da Hungria. Este Acordo foi assinado pela primeira vez, em Budapeste, no dia 3 de Abril de 2014.
mais

Boletim Informativo