Comissão Bicentenária László Magyar

Em 29 de junho de 2018, durante uma reunião realizada na Faculdade de Artes da Universidade ELTE, foi criada uma Comissão do Bicentenário László Magyar para comemorar o bicentenário do nascimento de László Magyar, viajante, pesquisador-africano, membro correspondente da Academia Húngara de Ciências , com a participação dos representantes da Academia de Ciências da Hungria (Subcomissão da África, Biblioteca e Centro de Informação), da Universidade ELTE de Budapeste, (Centro Universitário Savaria em Szombathely, Instituto de História, Departamento de Português), do Museu Húngaro de Geografia em Érd, a Sociedade da África Húngara, a base de conhecimento da África Húngara, o Ministério dos Negócios Estrangeiros e Comércio da Hungria (Departamento de África), a Embaixada da Hungria em Luanda, as Embaixadas de Angola e de Portugal na Hungria, a Fundação Árpád Göncz e os Amigos de László Magyar.

László Magyar nasceu em Szombathely em 13 de novembro de 1818. Após seus estudos marinhos em Fiume, viajou para o Brasil em um barco de correio austríaco em 1843, como aspirante. Ele navegou pelos oceanos do Caribe para o Oceano Índico, como oficial marinho e capitão em diferentes embarcações. Seu interesse pela África começou mais tarde. Entre 1848 e 1856 realizou grandes viagens de árvores para o território real angolano. Nas suas viagens a Bié, explorou a área de influência dos rios Congo e Zambeze, os pântanos dos rios Cubango e Okavango, bem como os afluentes do rio Kuanza. Ele enviou seu material de pesquisa, livros de viagem e os mapas que ele fez nos territórios que explorou para a Academia Húngara de Ciências, que o elegeu membro correspondente em 1858 e publicou sua obra em 1859 sob o título „László Magyar's South African travels between 1848 and 1857 ”. Este livro foi publicado em breve na tradução alemã. Em sua cidade natal e em Dunaföldvár há um monumento comemorativo ao pesquisador africano que morreu aos 46 anos e várias escolas levam seu nome.

Por ocasião deste bicentenário, haverá conferências científicas no Centro de Biblioteca de economia e Informação da Academia de Ciências da Hungria, no Museu de Geografia da Hungria e no Centro Universitário Savaria de ELTE Szombathely. Na capital angolana, está prevista uma exposição sobre a vida de László Magyar, patrocinada pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros e do Comércio e a Embaixada da Hungria em Luanda, entre outras.

As pesquisas são encorajadas a revelar mais documentos magiares na Hungria, bem como nos arquivos de Luanda e Lisboa. Há um desejo fervoroso de continuar a publicar as obras e correspondência de László Magyar em língua estrangeira e seus mapas e fazer cópia, de modo que este destacado pesquisador africano encontre também seu merecido lugar em nível internacional.

 

Seleccione lingua: pt hu en


Eventos

2018.07.27
Churrasco de despedida da embaixadora da Palestina e do embaixador do Egito
Churrasco de despedida da embaixadora da Palestina e do embaixador do Egito
mais
2018.06.29
Comissão Bicentenária László Magyar
Comissão Bicentenária László Magyar
Comissão Bicentenária László Magyar
mais
2018.05.08
Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP.
Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP.
A Embaixada de Angola em Budapest em colaboração com as Embaixadas do Brasil e Portugal e o departamento da Língua Portuguesa da Universidade ELTE, organizaram a 8ª edição do dia da Língua Portuguesa e Cultura da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).
mais

Boletim Informativo